Medrano

Argentino, importado por First SA, da região de Mendoza, Lunlunta – Maipu, a 13,5%, safra de 2009, em solo pouco drenado, pedregoso e com manto de argila, colheita manual,  maceração e fermentação durante 30 dias a 24º. – 26ºC. Envelhecido durante 6 meses em barricas de carvalho francês e americano e depois mais 4 meses na garrafa. Cor rubi intenso, equilibrado, rico e intenso com sabores complexos, groselha, amora, especiarias e baunilha com final prolongado. Interessante.

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Trivento

Argentino, corte de Shiraz com Malbec, um tanto ácido e com sabor e odor alcoólico, a 13%, safra de 2009, da região de Mendoza, importado por Vila Porto é um vinho para comprar e abrir sem se arrepender pelo preço. Conheço um bocado de gente que torce o nariz quando vê uma garrafa dele… minha opinião é: vinho simples e barato, bom para dias frios e chuvosos… Viva!!! Vamos que vamos…

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Alamos

Argentino, de Mendoza, Catena Zapata, safra 2009, a 13,9%, este jovem Malbec bem frutado desperta os sentidos para frutas maduras. Fica, em média nove meses em barricas de carvalho francês e barricas de carvalho norte americano, daí o forte sabor de amadurecimento da bebida. Bom de se apreciar, bom de custo benefício, melhor ainda na taça!! Viva!!

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Caldora

Italiano, importado pela Casa Flora, da região de Abruzzo, safra 2008, a 13%, esse D.O.C. é perfumado de baunilha, bem frutado, a uva Montepulciano possui taninos persistentes e longos. Delicioso, potente e bem equilibrado. Bom para presentear os amigos apreciadores de vinho, está contido na minha lista de repeteco sem a menor dúvida.

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Nexos

Argentino da região de Mendoza, Cabernet de safra 2006, a 13%, poderia ter perfume menos alcoólico e ácido. O sabor é bom, apesar de curto, ele tem tendência para ser um vinho bom… mas essa safra saiu um tanto ácida. Vamos aguardar uma safra mais jovem. Desculpem o rótulo rasgado, nada pessoal, só o vi na hora de tirar a foto.

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Cornellana

Chileno da Comuna de Peumo, Fundo La Rosa (bodega familiar), importado pela Pão de Açúcar, safra 2009, a 14%, um pouco alcoólico, carrega consigo um perfume bastante frutado e sabor de baunilha bem evidente. Bom para apreciar com carne temperada ou massa à bolonhesa. Bom custo benefício.

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Salton Classic

Produzido pela Vinícola Salton em Bento Gonçalves, RS, esse delicioso Cabernet Sauvignon, safra 2009, a 13% é amadurecido por seis meses em barris meio tostados, importados dos Estados Unidos. De custo benefício ótimo tem personalidade, sabor e perfumes dignos de um vinho nacional produzido com carinho. Gostei e vou repeti-lo.

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Pata Negra ORO

A Casa Flora está trazendo este Espanhol, Tempranillo das Bodegas Los Llanos, região de Valdepeñas (vinhedos de Castilla), safra 2008, a 13%, é um vinho com aromas de chocolate, frutado e levemente amadeirado. Deve ser apreciado ainda jovem, possui sabor excelente e longo na boca. Custo benefício muito bom para um vinho desta categoria.

image

image

image

Publicado pelo WordPress Android.

Michel Torino

Importado para o Brasil pela Bruck este Argentino de Calchaqui Valley, Salta, a 1700 metros, originário da bodega “El Esteco”, a 13,5%, safra de 2007 é a mesma que produz o Altimus. Vinho de personalidade, denso e perfumado, um pouco alcoólico mesmo assim bom de se apreciar. Bom ccusto benefício

image

image

Publicado pelo WordPress Android.